notícias sinfren

Pelo presente o Sr. Derli Muzzo, presidente do Sindicato dos Empregados em Postos de Venda de Combustíveis e Derivados de Petróleo da Grande Florianópolis, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, informa a todos os seus associados que as eleições marcadas para os dias 17 e 18 de maio de 2.016 não irão ocorrer, tendo em vista que a Justiça do Trabalho de Florianópolis determinou a sua suspensão, processos 00006476720165120036 da 06ª Vara do Trabalho e 00006546520165120034 da 04ª Vara do Trabalho, sendo o que compete informar.

                                                           DERLI MUZZO/Presidente SINFREN

Aos aniversariantes da semana (16/05) João Honorato, Pedro Julio De Souza Bento, (17/05) Altair Altamiro da Cunha, Luciano Pietrasck, (19/05) Juliana Antunes de Lima,(20/05) Andrea Saldanha, Elcio Gonçalves Marlov, José Araujo Queiroz, Josieli Aparecida de Morais, Pablo Moretti, Roger Oliveira Alves,(21/05) Valnei Renato Hobus,(22/05) Celso Leandro Nunes, (23/05) Claudiane Ribeiro Andrade,o nosso carinhoso abraço neste dia tão especial.

Diretoria SINFREN

Do dia 17, a partir das 9 h, até às 21 h do dia 18 de maio, em toda a base territorial do sindicato (Grande Fpolis),  serão realizadas eleições para escolha da nova diretoria do SINFREN para um mandato de cinco anos.

Apenas uma chapa foi inscrita, liderada pelo atual presidente Derli Muzzo, que concorre para o segundo mandato. Segundo a Comissão Eleitoral, outros membros da atual diretoria também fazem parte desta chapa. Houve uma renovação de mais de dois terço da diretoria.

Tende em vista a dificuldade dos trabalhadores de se descolarem até a sede do Sindicato durante a jornada de trabalho, serão colocadas cinco urnas itinerantes durante os dois dias, que percorrerão os locais de trabalho em busca de votos.

Na sede do Sindicato haverá uma urna fixa durante todo os dois dias, das 9h às 21h. Podem votar os associados em dia com o sindicato, conforme determina o estatuto da entidade.

 Exerça a sua cidadania participando deste processo democrático. Escolha o seu representante no SINFREN!

Comissão Eleitoral

Aos aniversariantes da semana (09/05) Waldemir Vianna Albuquerque,(10/05) Ângela Maria Subutzki, Geraldo Alves Teixeira, Gilberto Martinho, Marcio José da Silva, Sandro Roberth Basilio, (11/05) Angelita Alvim Espíndola,(12/05) Nara Eliane Goulart de Andrade,(13/05)Ane Cecilia Valendro, Dayana da Silva, Francisco de Assis Ferreira, Luiz Filipe Weschenfelder, Tatiane de Campos, Wesley de Liz Larsen,(14/05) Débora Vianna da Luz, Juliana Sales Oliveira de Queiroz, Lucas Ferreira Dos Santos, (15/05) Ailton Luis da Silva Viana,Fabiana Damazio,Jenifer Daiana Blos e Lucas Moraes Santos o nosso carinhoso abraço neste dia tão especial.

Diretoria SINFREN

Confira todos os momentos dos jogos finais da 3ª Copa SINFREN de Futebol Society 2016 na pagina do Sindiicato no Facebook. Fotos do fotografo Anderson, da Federação Catarinense de Futebol Sete.

Aos aniversariantes da semana (01/05) Adenilton David da Silva, Eliane Aparecida Marafigo, Reinaldo Daboite, Tiago Sidinei Bennech, (02/05) Alberto Luiz Ferreira, Marcio Jose da Fonseca, Rodrigo da Silva, (04/05) Alessandra Terezinha Bonsenhor, Alice Sousa Silva, Janaina Cott  Pereira, Jaqueline Ferreira Pinto, Marcos Wanderlei Matos, Mirtes Vanessa de Andrade, Rozivaldo Albertino Ferreira,(06/05) David Horance Ribeiro, Dayse Danieli Lorenzetti, Elisangela Conceição, Nathá Ventura Machado,(08/05) Adriano de Oliveira Silva, Edio da Silva, Jaci de Carvalho Guedes e Vanessa de Paula Sousa  o nosso carinhoso abraço neste dia tão especial.

Diretoria SINFREN

A FENEPOSPETRO e o SINFREN convocam os trabalhadores em postos de combustíveis, associados ou não, a participarem da Assembléia Geral Ordinária que será realizada no dia 5 de maio, na Casa do Trabalhador, na Rua Gaudêncio Campos, 124, Centro, Tijucas, SC, às 15h em primeira convocação e às 15:30h em segunda convocação.

Serão discutidos entre outros assuntos, a pauta de reivindicações com vistas à celebração da nova Convenção Coletiva de Trabalho. Podem participar desta assembléia os trabalhadores de Tijucas, Canelinha, Nova Trento, Major Gercino, e São João Batista. Serão realizadas também assembléias nos locais de trabalho em todas as cidades acima mencionadas.

Veja mais informações no Boletim Sinfren na coluna ao klado esquerdo do site.

 

notícias gerais

 

A greve dos oito mil trabalhadores de postos de combustíveis do Distrito Federal chegou ao fim nesta terça-feira(24), após acordo com o Sindicato Patronal. A paralisação afetou 180 dos 322 postos da Capital do país, causando grande prejuízo aos patrões. A categoria conquistou reajuste salarial de 11,10%, o que representa aumento real de 0,68% nos salários. O aumento é retroativo a 1º de março, data-base da categoria. O presidente do SINPOSPETRO-RJ, Eusébio Pinto Neto, participou, na segunda-feira, do primeiro dia de greve interditando postos e conclamando a categoria para aderir o movimento. O Vale refeição também  subiu de R$ 13,00 para R$ 14,50. A paralisação foi crucial para o fechamento do acordo, já que as empresas ofereciam apenas 9% de reajuste salarial.

O presidente do Sindicato dos Frentistas do Distrito Federal, Carlos Alves dos Santos, comemorou   o fechamento do acordo. Ele disse que o reajuste foi satisfatório porque diante da crise  econômica, os frentistas tiveram um ganho acima da inflação. Segundo ele, o sucesso da primeira greve da categoria se deve aos trabalhadores que aderiram ao movimento e não se intimaram diante da pressão dos patrões e da presença da polícia, que fazia a segurança em alguns postos.

Os dirigentes da Federação Nacional dos Frentistas (FENEPOSPETRO) reforçaram a paralisação. Para o presidente do SINPOSPETRO-RJ, a participação da categoria faz toda a diferença na hora da negociação. Segundo Eusébio Neto, a greve terminou antes da audiência de conciliação marcada para a tarde desta terça-feira( 24), no Tribunal Regional do Trabalho do Distrito Federal. “ Os patrões que, antes, ignoravam a reivindicação dos trabalhadores, voltaram atrás, e  cederam por causa dos prejuízos. A greve é o único instrumento de pressão que o trabalhador tem para fazer valer os seus direitos, mas para chegar a esse movimento é preciso que a categoria esteja mobiliza  e unida ao sindicato.  Quem faz a greve é o trabalhador, por isso participação da categoria é importante para se alcançar a vitória” .

Estefania de Castro, assessoria de imprensa, Sinpospetro-RJ  

Fonte:http://www.sinpospetro-rj.org.br/

A greve dos frentistas de Brasília –DF entra no 2° dia nesta terça-feira (24) com adesão massiva dos trabalhadores, e com o apoio da Federação Nacional dos frentistas – Fenepospetro, da Força Sindical, entre outras entidades. Segundo o sindicato da categoria, pelo menos 100 dos 322 postos de combustíveis da cidade aderiram ao ato  dessa segunda-feira, cujo início foi decretado em Assembleia da categoria no último dia 15. Nesta terça-feira, as 17huma reunião no Tribunal Regional do Trabalho vai  definir, junto ao Sinpospetro-DF e o Sindicombustíveis-DF (patronal), o dissídio e também os  rumos da paralisação.

De acordo com Carlos Alves dos Santos, presidente do Sinpospetro-DF, os  8 mil trabalhadores em Postos de Cobustíveis de Brasília reivindicam reajuste de 21,5% nos salários, correção de 40% na participação sobre lucros e resultados e aumento do vale-alimentação de R$ 13 para R$ 20 retroativo a 1º de março, data-base da categoria. Os empresários, no entanto, se mantêm irredutíveis e oferecem reajuste de 6% sobre os salários e de 1% no tíquete-refeição. Atualmente, o salário médio mensal dos frentistas é de R$ 1.222,67. Já lavadores, enxugadores, borracheiros e aqueles que fazem serviços gerais ganham R$ 1.086,99.

 SINDICATO DENUNCIA  ABUSO DE PODER  POLICIAL

Diversas denúncias de casos de abuso de poder por parte dos  policiais civis e militares que dos postos e das ruas acompanhavam a paralisação chegaram ao Sinpospetro-DF durante oda o dia desta segunda-feira (23).  A greve é pacifica, o  sindicato está cumprindo a Lei de Greve, e 30% dos postos seguem funcionando, mas ainda assim, segundo o Sinpospetro-DF, trabalhadores em greve foram em diversos momentos hostilizados por policiais que tentavam   intervir no direcionamento do comando do movimento grevista e impedir assim  que o posto permanecesse fechado. O presidente do Sinpospetro-DF, Carlos Alves dos Santos, informou que  nesta terça-feira (23) vai levar a  denúncia ao Ministério Público do Trabalho e também à Comissão de Direitos Humanos, para que os fatos sejam apurados: “ É clara tentativa de intimidar e impedir o trabalhador de exercer o direito de greve, seu único instrumento de luta por melhores condições de salário” analisou.

Assessoria de Imprensa Fenepospetro - Leila de Oliveira

 

Os oito mil trabalhadores dos postos de combustíveis de Brasília vão paralisar as atividades a partir das  6h da  próxima segunda-feira(23 ). A greve foi decretada no último dia 15, durante assembleia que contou com a participação de mais de 200 trabalhadores. O Sindicato dos Frentistas de Brasília  afirma que os patrões mantiveram  nas 3 rodadas  de Negociação Coletiva a proposta de 6% de reajuste salarial e de  apenas 1% de aumento no vale- alimentação. A pauta de reivindicações defende reajuste salarial de 21,5%, aumento de 40% na PLR -Participação nos Lucros e Resultados, hoje em R$ 940,00, e ajuste do valor do vale refeição, de R$ 13,00 para R$ 20,00 a partir de 1° de março, data-base da categoria. O Salário da categoria do DF é de R$ 1.222,67 (já inclusos os 30% de periculosidade) para os trabalhadores em postos, e de R$ 1.086,99 para os Lavadores, Enxugadores, Borracheiros e Serviços Gerais. Segundo o presidente do sindicato,Carlos Alves de Sousa, é inaceitável o argumento de “baixa margem de lucro”, defendido pelo Sindicombustíveis-DF (patronal), durante todas reuniões.   A paralisação em Brasília  deve atingir 70% dos 322 postos da cidade. Além da paralisação, os trabalhadores  farão uma passeata pelas ruas ao final de cada dia da greve.  

FENEPOSPETRO APROVA MOVIMENTO

O presidente da Federação Nacional dos Frentistas- Fenepospetro , Francisco Soares de Souza, aprova o  movimento dos trabalhadores de Brasília-DF.  Uma reunião na Fenepospetro, em São Paulo, na última terça-feira (17), definiu a participação de diversas lideranças da categoria, bem como total suporte operacional ao ato. Soares, que esteve presente na última rodada de negociação  em Brasília, encerrada sem avanços, afirmou:  “A greve é único instrumento de pressão que  o trabalhador tem para fazer valer os seus direitos”. 

ENTIDADES APOIAM 

O  Movimento de Greve por tempo indeterminado  em Brasília conta ainda com o apoio da  Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comercio (CNTC) e de centenas de Sindicatos de Empregados em Postos espalhados pelo Brasil, além de Sindicatos locais como o Sindicato dos Metalúrgicos(SITIMMME/DF/GO/TO), das Refeições Coletivas (SINTERC/DF/GO), dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação (STIAB-DF), dos Aposentados (SINDINAP), dentre vários outros . 

Assessoria de Imprensa Fenepospetro - Leila de Oliveira 

 

Veja o edital publicado no mural do Sindicato.

Sancionada pela presidenta Dilma Roussef no último dia 11, a lei 13.287/16  que proíbe o trabalho de gestantes e lactantes em atividades, operações ou locais insalubres foi publicada em edição extra do DOU desta quinta-feira, 12.  A norma contempla diretamente as trabalhadoras em Postos de Combustíveis, que representam 30% da categoria cuja ocupação inclui a exposição ao benzeno, substância cancerígena presente nos combustíveis.  A profissão de frentista  passou a ser classificada como atividade insalubre por meio Decreto 8123/13, que fez alterações no regulamento da Previdência, reconhecendo assim a esses profissionais o direito à aposentadoria especial. Ambas as medidas, abrangentes à  bandeira de luta da Federação Nacional dos Frentistas- Fenepospetro, foram amplamente celebras pelos sindicalistas da entidade, em especial Telma Cardia, secretária da Mulher da Fenepospetro e presidente do Sinpospetro de Guarulhos-SP. A sindicalista explica que a lei que torna obrigatório o remanejamento da trabalhadora gestante ou lactante da área de abastecimento para a loja de conveniência vem para oficializar o que já era praticado por vários dos sindicatos da categoria.  Ela reconhece, porém que a exigência legal  reafirma a  comprovação da estreita relação entre a exposição ocupacional ao benzeno  e a ocorrências de abortos  ou má – formação fetal e põe fim ao jogo de empurra que costuma embalar essa tratativa: “É uma  batalha, pois muitos patrões só aceitam (realocar a frentista) por meio de ordem médica – e complementa: “Desgastante, essa problemática  acaba por estigmatizar e impactar a mulher, em seu direito universal de ser mãe e de poder conciliar essa condição com a de trabalhadora “ conclui.

 Ação

Telma Cardia planeja para este sábado (12) divulgar a nova lei às trabalhadoras de pelo menos 40 postos de gasolina da região de Guarulhos. Ela entregará cópias do documento às frentistas,  para as quais fará  uma breve explanação a respeito da nova medida. “Quero que elas entendam a lei e se conscientizem do direito com o qual passaram a contar” explica

Fonte: Assessoria de Imprensa Fenepospetro- Leila de Oliveira 

 

Em uma importante vitória, o Sindicato dos Frentistas de Ribeirão Preto-SP ganhou após 3 anos de batalha judicial, ação trabalhista contra o Posto Morada do Sol, de Araraquara, interior de São Paulo. O crédito trabalhista no valor de R$ 45 mil beneficia um frentista de 44 anos que atuou no Posto de 1989 a 2011. A indenização é referente a descumprimentos de cláusulas da convenção coletiva alusiva aos 5 anos anteriores à demissão sem justa causa do funcionário.

O Poder Judiciário liberou a quantia na última sexta-feira (6)  e já na manhã de segunda –feira  (9), o trabalhador recebeu do diretor  Vanildo Custódio, em dinheiro, na subsede de Araraquara, a reparação.  Na ação trabalhista, o posto foi condenado a pagar por irregularidades como a não entrega de cestas – básicas e vale-refeição, não pagamento de horas extras e descanso semanal remunerado.

Somente os dois últimos itens somam em reembolsos R$ 27 mil. Vanildo Custódio relatou que a notícia foi recebida com surpresa e emoção pelo trabalhador, atualmente em outro Posto da cidade: Ele disse que já nem tinha mais esperança de receber o dinheiro, por conhecer bem o perfil e as artimanhas do antigo patrão” contou o diretor.

Mais irregularidades:

Contra o mesmo Posto condenado no processo correm outras duas ações trabalhistas, impetradas pelo sindicato.  Segundo Joabe Valença, presidente do Sinpospetro de Ribeirão Preto-SP, a empresa, notória descumpridora das Leis do Trabalho, tem como método cooptar das regiões norte e nordeste do país pessoas em situação de vulnerabilidade social para o trabalho.

 A ilegalidade do ato reside no fato de esses trabalhadores ficarem alojados em acomodações do tipo albergue, mantidas estrategicamente próximas do posto de gasolina.

Trabalhadores relatam que é comum serem escalados a qualquer dia ou horário para o trabalho no posto, o que costuma ocorrer sem que a jornada extra seja registrada no relógio de ponto: É uma clara demonstração de desrespeito  à legislação e  também à dignidade do trabalhador”  ressalta o diretor. Segundo Joabe, o sindicato tem intensificado o trabalho de base de  modo à  melhor fiscalizar a  atuação do posto Morada do Sol.

A entidade também discute levar ao caso ao Ministério Público do Trabalho, caso persistam as irregularidades.

Fonte: Assessoria de Imprensa Fenepospetro- Leila de Oliveira

O Sindicato dos Frentistas de Campinas/SP lança nesta quinta-feira (dia 5 de maio), às 16h, a cartilha “Benzeno - um Risco à Saúde”, parte da campanha de prevenção ao risco  a que todos estão expostos no ambiente do posto de combustível. O evento será no Plenarinho da Câmara Municipal de Campinas com a presença de  Francisco Soares de Souza, presidente do Sinpospetro Campinas e da Federação Nacional dos Frentistas - Fenepospetro, de Telma Cardia, Secretária de Mulher da Fenepospetro,  Elisabeth Trevisan, da  pesquisadora do Fundacentro Campinas e de Pedro Tourinho, médico sanitarista.

A iniciativa em parceria com o Sindimed - Sindicato dos Médicos de Campinas e Região, partiu da necessidade de alertar trabalhador e consumidor, de forma lúdica e simplificada, sobre como se proteger dos efeitos nocivos da substancia química presente nos combustíveis. Inteiramente ilustrada, a cartilha mostra o que é Benzeno e como se dá a contaminação, a partir de situações presentes no cotidiano do frentista. O material começará a ser distribuído ainda no mês de maio pela equipe do  Sinpospetro Campinas nos postos das 28 cidades que formam a base territorial do sindicato.

PARCERIA INCLUI A REALIZAÇÃO DE PALESTRAS

Iniciada em novembro de 2015, a ação em parceria com o Sindimed engloba ainda a realização de palestras orientativas nos Postos de Combustíveis de Campinas e região. Desde o início da Campanha, mais de 100 trabalhadores de 4 estabelecimentos já receberam o curso de prevenção ao Benzeno, ministrado pelo médico Sanitarista e   vereador de Campinas Pedro Tourinho (PT).

Para Raimundo Nonato de Souza ( Biro), secretário de saúde da Federação dos Frentistas,  ações do tipo deveriam ser prioridade na agenda dos  sindicatos da categoria de todo o país: "O benzeno é um produto químico altamente cancerígeno que penetra o corpo humano através da pele, respiração e ingestão (em alguns casos). Por isso, a prevenção é o único meio de evitar a contaminação", explica.

 

Fonte: Fenepospetro/Jornalista Leila de Oliveira

Rua Felipe Schmidt, 303- sala 1101/1102 - Edifício Dias Velho - Centro - Florianópolis/SC

Telefone: 48 | 3028-4039